sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Super Presidente




A aventura dominava a animação do final dos anos 1960, com uma ênfase nos super-heróis. Os programas mais famosos da época incluíam Space Ghost, Homem-Pássaro, O Poderoso Mightor e versões animadas de vários heróis da Marvel e DC. Alguns não tão populares incluíam o Super Presidente.

Talvez a razão do seu fracasso em chamar a atenção dos telespectadores tenha sido o momento difícil de rejeição e apoio público à Guerra do Vietnã, que dificultaram a vida do presidente da vida real, Lyndon B. Johnson. Ou talvez seu conceito fosse um tanto inovador até mesmo para os padrões das Saturday Morning. A idéia de um chefe de estado funcionando como um super-herói já tinha sido usado antes (como Aquaman e Namor), mas até as crianças mais novas deviam ter dificuldades em engolir que um presidente incumbido de governar os EUA, encontrasse tempo pra se livrar dos seus guardas do Serviço Secreto, colocar um uniforme, e sair impetuosamente para combater o crime nas ruas da capital Washington.

O Super Presidente era James (Jim) Norcross, cujo período de governo deve ter sido posterior ao de Johnson, mas não ficou muito claro quanto tempo depois. A alta tecnologia vista de tempos em tempos indicava um salto de algumas décadas no futuro...

Jim recebeu seus poderes numa tempestade cósmica, que lhe concedeu grande força e habilitou-o a modificar sua estrutura molecular para qualquer coisa que ele deseje. Aço, granito, ácido, eletricidade, ozônio, água ou gás são algumas das formas que seu corpo pode assumir, dependendo do perigo a ser encarado. Foi seu grande desejo de servir a seu país na causa da justiça, que o levou ao mais alto cargo dos EUA, o de presidente.

Norcross trabalha na Casa Branca, com seu assistente e amigo Gerry Sales, que conhece sua verdadeira identidade. Quando o perigo surgia, James Norcross dirigia-se para o subterrâneo da Casa Branca através de uma passagem secreta na parede, disfarçada de mapa mundi, que o conduzia até uma caverna secreta que funcionava como seu quartel-general. Quando ele veste sua máscara e seu traje vermelho e branco, ele se transforma no "Super Presidente" e segue em sua luta incessante contra as forças do mal. O Super Presidente podia voar através de seus propulsores a jato, localizados no seu cinto e quando saía em missão com seu amigo Gerry Sales, voava pelo ar ou pelo mar, valendo-se do Omnicar, que fica guardado no seu esconderijo secreto.
 
Super Presidente estreou na NBC, em 16 set. 1967. Foi produzido pela DePatie-Freleng, o estúdio que foi responsável pela Pantera Cor-de-Rosa e A Formiga e o Tamanduá. O desenho constava de duas aventuras do Super Presidente, separadas por uma aventura do Sombra (Spy Shadow, no original), que mostrava as aventuras do espião Richard Vance, cuja sombra era independente de seu corpo. A sombra tinha uma vida própria, assim eles podiam partir em missões separadas.

O desenho do Super Presidente durou exatamente uma temporada, e não inspirou revistas em quadrinhos ou qualquer coisa do gênero. Hoje, muitos adultos que assistiam ao programa na sua infância, tem dificuldades para convencer seus amigos que este herói realmente existiu.

Ficha técnica

Título original: Super President
Produção: 09/09/1967-1968
Episódios: 30 (sendo 20 do Super Presidente + 10 do Sombra)
Produtora: DePatie-Freleng

Fonte:
MARKSTEIN, Donald D. Toonopedia: Super President. 2003
Super President and Spy Shadow

1 comentários:

Marcelo Rua disse...

De fato, durante décadas eu venho tentando provar que esse desenho existiu de fato assim como "Sombra, Apareça Sombra!", "O Judoca" e "Gamera". Obrigado por esta oportunidade de esfregar na cara de uns amigos céticos que tenho!

Postar um comentário

 
Copyright 2011 @ Blog do Ranger Sombra!
Design by Wordpress Manual | Bloggerized by Free Blogger Template and Blog Teacher | Powered by Blogger