sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Johnny Cypher


       Johnny Cypher (Johnny Cypher in Dimension Zero) foi uma produção de 1967 do cartunista Joe Oriolo (responsável pelo desenho "O Poderoso Hércules" de 1963) para a Seven Arts Television, estúdio que co-produziu o anime "Marino Boy" do estúdio "Japan Tele-Cartoons" e produziu alguns "Looney Tunes" e "Merrie Melodies" para a Warner Bros. na década de 1950; as histórias se passam em um futuro distante, numa época em que a raça humana conquistou as fronteiras do espaço exterior e várias colônias terrestres habitam diferentes planetas de diversos sistemas solares; Johnny Cyper é um valente super-herói do espaço que usa um uniforme todo vermelho e viaja pelo universo em uma nave espacial em forma de disco na companhia de sua jovem assistente Zena e de um pequeno ser alienígena chamado Rhom, enfrentando diabólicos vilões por todo o universo e também uma legião de bizarros seres espaciais e super-máquinas assassinas.


Johnny Cypher


Johnny e sua assistente Zena


o pequeno Rhom, que tem em Johnny seu maior ídolo

       A grande arma de Johnny era um compartimento secreto em seu cinto, que quando ativado permitia a ele se locomover em uma velocidade que ultrapassava a velocidade da luz, permitindo-lhe alcançar a chamada "Dimensão Zero", o que lhe permitia vencer qualquer super-vilão do universo. No Brasil, o desenho estreou no final da década de 60 pela extinta TV Tupi e a dublagem original ficou por conta do estúdio carioca Riosom; o desenho ficou fora do ar por décadas, até que reapareceu em 1996 no canal a cabo Warner Channel, porém com uma nova dublagem, onde foi exibido juntamente com o anime "Marino Boy" como parte do extinto bloco noturno "Bizarro", que a cada semana exibia um daqueles antigos filmes de baixo orçamento, seguido pelos dois desenhos.


Johnny Cypher evoca a Dimensão Zero e prepara-se para a ação

3 comentários:

Unknown disse...

mais uma materia sobre um desenho maravilhoso e saudoso tbém, grande post

Miracleman disse...

Cara, esqueceu de comentar algo fantástico: esse desenho passava na extinta e politicamente incorreta TV PAU no SBT!!!! (quem não lembra do Wagner Montes e daquele joguinho das naves na tela enquanto uma criança histérica gritava PAU, PAU, PAU no oturo lado da linha?) kkkkkk

marcello rego disse...

se passava na tvs aqui no rio de janeiro antes de virar sbt . gostava desse desenho que poucos se lembram o engraçado é que achava que ele e marino boy tivessem uma qualidade melhor técnica nos movimentos e vendo hoje vejo que não é bem assim

Postar um comentário

 
Copyright 2011 @ Blog do Ranger Sombra!
Design by Wordpress Manual | Bloggerized by Free Blogger Template and Blog Teacher | Powered by Blogger